Última hora

Última hora

Tolerância zero para o racismo

Em leitura:

Tolerância zero para o racismo

Tamanho do texto Aa Aa

Sepp Blatter pode ser permissivo quando se fala no combate à corrupção ou à manipulação de resultados, mas quando se trata de racismo, o presidente da FIFA exige punho de ferro. O número de incidentes tem aumentado nos últimos tempos, sobretudo na Europa de Leste, mas Blatter sabe como dar a volta ao problema.

Para o suíço, a única forma de combater o racismo e a discriminação passa por excluir as equipas culpadas da competição ou retirar-lhes pontos.

Claro que das palavras à ação ainda vai alguma distância. Aguarda-se por isso com alguma expectativa a decisão da UEFA relativa aos insultos a Yaya Touré, no jogo da Liga dos Campeões entre CSKA de Moscovo e Manchester City a semana passada.