Última hora

Última hora

Violência aumenta no Líbano

Em leitura:

Violência aumenta no Líbano

Tamanho do texto Aa Aa

O exército libanês começou a movimentar-se e a enfrentar os franco-atiradores em Trípoli, a maior cidade no norte do Líbano, depois de uma semana de violência que deixou 14 mortos e 80 feridos.

No bairro sunita de Bab al-Tebbaneh, tanques e jipes vieram do norte e acabaram por ter de responder aos ataques de atiradores clandestinos.

Homens armados também queimaram pneus em Bab al-Tebbaneh para impedir o exército de avançar.

A violência tem aumentado em Trípoli onde 80% dos 200 mil habitantes são sunitas desde que a guerra civil começou na Síria, antiga potência colonial do Líbano.

Esta última onda de violência começou em 21 de outubro, quando foi transmitido na televisão uma entrevista com o presidente síro, Bashar al-Assad.