Última hora

Última hora

China: A Polícia suspeita do envolvimento de pessoas do Xinjiang no incidente de Tiananmen

Em leitura:

China: A Polícia suspeita do envolvimento de pessoas do Xinjiang no incidente de Tiananmen

Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades chinesas suspeitam que pessoas oriundas do Xinjiang, região de maioria muçulmana, estarão envolvidas no incidente ocorrido segunda-feira na Praça Tiananmen, em Pequim.

Numa notificação enviada aos hotéis da cidade acerca de um “importante caso ocorrido na segunda-feira”, a polícia identificou como “possíveis suspeitos” dois residentes na Região Autónoma do Xinjiang.

Na segunda-feira, cerca do meio-dia, um jipe colidiu com a multidão que se encontrava junto à tribuna onde está afixado o retrato do antigo presidente Mao Tse Tung e a seguir incendiou-se.
Cinco pessoas morreram, entre as quais os três ocupantes do veículo, e 38 ficaram feridas.

A Praça Tiananmen, situada no centro físico e político de Pequim, é uma das principais atrações turísticas da capital chinesa e também o espaço público mais sensível e policiado da China.

Ao pedir informações sobre “veículos suspeitos”, a polícia descreveu quatro jipes com matrículas da Região Autónoma do Xinjiang.