Última hora

Última hora

China: Polícia busca dois suspeitos uigures

Em leitura:

China: Polícia busca dois suspeitos uigures

Tamanho do texto Aa Aa

A vida retomou o curso normal na praça Tiananmen um dia depois do incidente que fez cinco vítimas mortais e dezenas de feridos. As autoridades chinesas evitam comentar o sucedido mas fontes de agências noticiosas ocidentais evocam um atentado suicida.

Na segunda-feira um veículo com três ocupantes atropelou dezenas de pessoas e incendiou-se perto do retrato de Mao Tsé-Tung. Dois turistas morreram na sequência do incidente, assim como os ocupantes da viatura.

Apesar do silêncio oficial, a polícia lançou um pedido de informação aos hotéis de Pequim em busca de dois suspeitos com nomes pertencentes à etnia uigur, maioritária na região de Xinjiang, nos confins ocidentais da China.

Instada a comentar a situação política na província autónoma, a porta-voz do ministério dos Negócios Estrangeiros, Hua Chunying, disse que estava tudo “muito bem” embora o governo admitisse a ocorrência de “alguns casos de terrorismo violento em zonas particulares de Xinjiang”.

Em 2009, confrontos entre uigures e hans, que compõem a maioria étnica na China, fizeram duas centenas de mortos na região.