Última hora

Última hora

Egito: líder da Irmandade Muçulmana detido no Cairo

Em leitura:

Egito: líder da Irmandade Muçulmana detido no Cairo

Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades egípcias detiveram na capital o líder da Irmandade Muçulmana, Essam El-Erian. O vice-presidente do Partido Liberdade e Justiça estava escondido num bairro residencial do Novo Cairo.

A detenção constitui o último episódio da vaga de repressão do governo instituído pelo Exército contra os islamitas.

Desde que os militares afastaram o presidente Mohammed Morsi a 3 de julho, têm-se multiplicado as detenções de membros da Irmandade Muçulmana, acusados de incitação à violência, e a confraria foi ilegalizada pela Justiça em setembro.

El-Erian deverá enfrentar as mesmas acusações que Mohamed Badie, outro líder da Irmandade, e que Morsi, primeiro presidente democraticamente eleito do Egito. Ambos são acusados de incitação ao homicídio nos confrontos que fizeram 9 mortos e 91 feridos, a 30 de junho, junto à sede da Irmandade Muçulmana no Cairo.