Última hora

Última hora

Espanha quer saber se inteligência nacional colaborou com a NSA

Em leitura:

Espanha quer saber se inteligência nacional colaborou com a NSA

Tamanho do texto Aa Aa

Continua a guerra dos espiões entre Estados Unidos e Europa. O governo espanhol quer saber até que ponto aos serviços de inteligência do país terão colaborado com a NSA. É a reação de Mariano Rajoy às acusações norte-americanas, de que foram os diferentes serviços secretos europeus que forneceram dados à Agência Nacional de Segurança dos Estados Unidos.

“O importante é esclarecer o que aconteceu e reconstruir a confiança. Porque senão, será muito difícil trabalhar em prol dos direitos e liberdades e da segurança dos cidadãos. Já solicitámos a comparência do chefe dos serviços de inteligência perante o parlamento”, explicou, perante os deputados, o primeiro-ministro espanhol.

Na Alemanha, entretanto, cerca de 30 ativistas manifestaram-se contra as escutas do telemóvel de Angela Merkel. Exigem a proteção dos dados dos cidadãos alemães, não só face à NSA, mas também dos próprios serviços de inteligência nacional.

Isto, no mesmo dia em que surgem, na imprensa, informações que dão a entender que a NSA terá também espiado os emails Gmail e o Yahoo de milhões de cidadãos anónimos.