Última hora

Última hora

Prémios WISE para projetos educativos excecionais

Em leitura:

Prémios WISE para projetos educativos excecionais

Tamanho do texto Aa Aa

Todos os anos, a cimeira mundial da Inovação em Educação, WISE, oferece 14 mil euros a projetos capazes de resolver problemas concretos.

Os prémios Wise 2013 foram atríbuídos a seis projetos educativos no Uganda, no Canadá, na Nova Zelândia, na Arábia Saudita, em Marrocos e na Irlanda.

O júri recebeu mais de 5 mil candidaturas.

“Fazer parte do júri dos prémios WISE foi difícil. Tínhamos 14 finalistas e tivemos de escolher seis. O trabalho que é feito em vários países do mundo tem uma qualidade impressionante e há diferentes projetos que tentam resolver diferentes tipos de problemas”, disse Maggie Aderin-Pocock, um dos elementos do júri.

Um dos prémios foi atribuído à associação canadiana Pathways, que procura reduzir o abandono escolar.

“Atualmente, temos cinco mil estudantes de Halifax até Winnipeg. A taxa de sucesso escolar aumentou 300%”, afirmou Carolyn Acker, responsável da Pathways.

O projeto Te Kotahitanga s’aposta na educação para melhorar o estatuto social, económico e político do povo Maori, na Nova Zelândia.

A relação entre professor e aluno é uma das chaves do sucesso.

“Ficámos surpreendidos. É a primeira vez que o prémio é atribuído à Nova Zelândia. Para nós, um pequeno país no fim do mundo, é uma honra”, disse Mere Berryman, uma das responsáveis pelo projeto.