Última hora

Última hora

Confrontos na faixa de Gaza ameaçam cessar-fogo israelo-palestiniano

Em leitura:

Confrontos na faixa de Gaza ameaçam cessar-fogo israelo-palestiniano

Tamanho do texto Aa Aa

O cessar-fogo israelo-palestiniano é abalado pelos piores confrontos armados entre o exército israelita e os combatentes do Hamas desde o acordo de novembro do ano passado.

Pelo menos quatro combatentes do movimento islamita morreram e cinco soldados israelitas ficaram feridos na sequência de vários ataques no sudeste da faixa de Gaza desde a noite de ontem.

Na origem da tensão das últimas horas está um ataque da aviação israelita contra um túnel subterrâneo que vitimou, na noite de quinta-feira, três homens do Hamas que se encontravam no interior da instalação, descoberta na semana passada.

Os combatentes ripostaram fazendo deflagrar uma carga explosiva que feriu cinco soldados israelitas.

Em resposta à ação, o exército israelita, atacou esta manhã várias posições do grupo armado junto à cidade de Khan Iounes com tiros de artilharia que provocaram a morte de um quarto miliciano.

Israel acusava esta manhã o Hamas de ter violado o acordo de cessar-fogo, num momento em que as negociações de paz estão cada vez mais ameaçadas.

Segundo a agência Maan News , a equipa de negociadores palestinianos terá apresentado ontem a demissão face à intenção de Israel de prosseguir a construção de colónias nos territórios ocupados.

Em causa estão os planos do governo israelita de demolir as casas de mais de 15 mil palestinianos em jerusalém oriental, assim como a construção de mais cinco mil alojamentos em colónias israelitas.