Última hora

Última hora

Maliki apela a III Guerra Mundial contra terrorismo

Em leitura:

Maliki apela a III Guerra Mundial contra terrorismo

Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de mil pessoas foram mortas no Iraque em outubro. Números que fazem do último mês o mais sangrento em mais de cinco anos.

Os atentados são, praticamente, diários e esta quinta-feira vitimaram mais de duas dezenas de pessoas.

O primeiro-ministro iraquiano reúne-se, hoje, com o Presidente norte-americano para pedir ajuda no combate ao terrorismo.

“Temos o direito de pedir ao mundo que nos apoiem, desde logo, porque não vivemos isolados. Além disso, é importante ter em conta que aquilo que acontece no Iraque pode alastrar a outros países. A Síria é disso exemplo. O vírus do terrorismo está vivo e a espalhar-se. Cabe, por isso, à comunidade internacional agir” afirma Nuri Al-Maliki.

O terrorismo é, apenas, um dos problemas com que se depara o chefe de governo iraquiano. A corrupção, o desemprego e a falta de infraestruturas básicas têm originado várias manifestações nos últimos meses, dentro e fora do país.