Última hora

Última hora

Egito suspende programa de humor que gozou com chefe do exército

Em leitura:

Egito suspende programa de humor que gozou com chefe do exército

Tamanho do texto Aa Aa

O programa de humor mais popular da televisão egípcia foi suspenso poucos minutos antes de ir para o ar, uma semana depois de uma edição em que a ironia teve por alvo o homem forte do país, o general al-Sisi, chefe do exército.

Bassam Youssef resolveu fazer piadas com Sisi, a cadeia CBC resolveu tirar o programa do ar, alegando que este “violava a política editorial” da empresa, sem contudo especificar que regras editoriais eram violadas.

Youssef tornou-se conhecido na internet antes de saltar para a televisão. As sátiras a Mohamed Morsi, o presidente deposto pelos militares, já lhe valeram vários processos em tribunal.

A suspensão do programa realça as preocupações em torno da liberdade de expressão no Egito numa altura de tensões crescentes com o aproximar do julgamento de Morsi, o primeiro presidente eleito democraticamente no país.

Esta sexta-feira, milhares de islamitas saíram à rua em várias cidades para exigir o regresso de Morsi ao poder. Segunda-feira, a concentração está marcada para a porta do tribunal onde o presidente deposto começa a ser julgado.