Última hora

Última hora

Domingo deixa de ser dia de descanso na Grécia

Em leitura:

Domingo deixa de ser dia de descanso na Grécia

Tamanho do texto Aa Aa

As lojas estão, este domingo, abertas na Grécia, mas são muitos os que contestam a medida prevista no terceiro pacote de ajuda internacional.

Os pequenos empresários e os trabalhadores do setor privado dizem não ter dinheiro para pagar trabalho extraordinário.

As estruturas sindicais consideram que a medida beneficia os grandes grupos económicos.

“Isto acontece numa altura em que o comércio está em declínio. O governo está a forçar os empresários a abrir as lojas mais tempo e a gastar mais dinheiro. Favorecer as multinacionais é, para isso, que a medida serve”, afirma Thanos Vasilopoulos, secretário-geral do Sindicato dos Trabalhadores do Comércio, OIYE.

A partir de hoje, os comerciantes podem manter as lojas abertas sete domingos ao longo de 12 meses. Muitos agradecem.

“Pessoalmente agrada-me, mas para os trabalhadores é uma vergonha. Eu não gostava de estar atrás de um balcão num domingo. No entanto, para mim é conveniente porque trabalho durante a semana”, afirma uma mulher.

Os trabalhadores do comércio vão ficar com menos folgas, resta saber se a febre das compras num país em crise vai, realmente, estimular a economia como defende o governo.