Última hora

Última hora

Iranianos comemoram aniversário do assalto à embaixada dos Estados Unidos

Em leitura:

Iranianos comemoram aniversário do assalto à embaixada dos Estados Unidos

Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de iranianos gritaram “Morte à América” na passagem do 34º aniversário do assalto à embaixada dos Estados Unidos.

Apesar dos gestos de conciliação com o Ocidente desenvolvidos pelo Presidente iraniano, o moderado Hassan Rohani, eleito em junho, a mobilização de manifestantes foi mais significativa que em anos anteriores.

“Amo o meu país. Sou iraniana. Não deixarei que nenhum agressor ponha os pés no meu país. Não deixaremos que entrem no nosso país”, disse uma jovem manifestante.

“Com o slogan “Morte à América” mostramos que estamos com os oprimidos e que lutamos contra os estrangeiros americanos”, afirmou outra.

Em 1979, a invasão da embaixada dos Estados Unidos por estudantes islamitas, que mantiveram reféns 52 diplomatas norte-americanos durante 444 dias, conduziu à rotura das relações diplomáticas entre Teerão e Washington e a décadas de hostilidade entre os dois países.