Última hora

Última hora

Rasmussen conta tudo sobre o doping

Em leitura:

Rasmussen conta tudo sobre o doping

Tamanho do texto Aa Aa

“Não”: A resposta de Michael Rasmussen é clara – o antigo corredor dinamarquês não se arrepende de ter usado doping.

Rasmussen é a mais recente figura do ciclismo a contar tudo o que sabe sobre a dopagem. Foi num livro a que deu o título de “Febre Amarela”. No livro e numa entrevista à televisão acusou o compatriota Bjarne Riis e toda a equipa da Rabobank de dopagem organizada.

Na Volta a França de 2007, foi desqualificado, enquanto vestia a camisola amarela: “Nas doze horas seguintes, pensei em pelo menos três formas diferentes de me suicidar”, disse na entrevista.

Line Geertsen (jornalista): É chocante ouvi-lo dizer que não se arrepende…

Michael Rasmussen: “Se me arrependesse desses oito dias, teria que me arrepender dos 25 anos anteriores. E não me arrependo”

Line Geertsen: O que o levou a pensar dessa forma?

Michael Rasmussen: “Não sei dizer, porque quando decidi começar com o doping já tinha ultrapassado muitas outras linhas”.

Apesar de tudo o que confessou, Rasmussen diz que se considera uma das pessoas mais honestas no mundo do ciclismo e mantém a esperança de um dia vir a liderar uma equipa.