Última hora

Última hora

Westgate: quatro somalis acusados pela justiça queniana

Em leitura:

Westgate: quatro somalis acusados pela justiça queniana

Tamanho do texto Aa Aa

Quatro homens, suspeitos de estarem envolvidos no ataque ao centro comercial Westgate, em Nairóbi, em setembro, vão ficar em prisão preventiva.

Os arguidos de origem somali são acusados de apoiar o grupo terrorista Al-Shabab, entrada ilegal no Quénia e obtenção fraudulenta de documentos de identificação

Os homens que afirmam estar inocentes vão ficar detidos durante pelo menos mais uma semana. O tempo que a acusação considera necessário para reunir mais provas.

O ataque reivindicado pelo comando islamita somali da Al-Shabab com ligações à Al-Qaeda provocou 67 mortos e mais de uma centena de feridos.

Os extremistas tomaram de assalto o edifício, com granadas e armas automáticas. Várias pessoas foram executadas à queima-roupa, outras foram feitas reféns. O cerco ao Westgate só terminou ao fim de quatro dias.