Última hora

Última hora

Escândalo das escutas: Reino Unido espia Alemanha em pleno centro de Berlim

Em leitura:

Escândalo das escutas: Reino Unido espia Alemanha em pleno centro de Berlim

Tamanho do texto Aa Aa

É o mais recente episódio na novela da espionagem internacional. Desta vez, terá sido o Reino Unido a espiar a Alemanha.

De acordo com fotografias aéreas e documentos transmitidos por Edward Snowden, o ex-consultor da NSA, o jornal inglês The Independent sugere que a embaixada britânica, em Berlim, dispõe, no telhado, de um sistema de espionagem – situado a poucos metros do escritório de Angela Merkel, na chancelaria, e do próprio parlamento alemão.

Segundo o jornal, a estação de escuta é similar à que os Estados Unidos detinham no teto da embaixada, a qual foi aparentemente encerrada, após as revelações sobre as escutas norte-americanas do telemóvel da chanceler.

Ainda segundo a mesma fonte, as autoridades alemães não protestaram contudo contra o equipamento usado pelo Reino Unido.

Londres recusa fazer qualquer comentário relacionado com questões dos serviços secretos.

No sábado, fora a vez de o jornal The Guardian revelar que os serviços secretos dos países da Europa ocidental trabalham em conjunto num vasto programa de vigilância da internet e das telecomunicações, comparável, em dimensão, ao da Agência de Segurança nacional norte-americana.