Última hora

Em leitura:

John Kerry quer acordo de comércio, sem falar em espionagem


Polónia

John Kerry quer acordo de comércio, sem falar em espionagem

O secretário de Estado norte-americano cumpriu mais uma etapa do seu périplo europeu, com uma paragem na Polónia.

John Kerry chegou num momento especialmente crítico, depois da revelação dos escândalos de espionagem norte-americana aos lideres europeus.

Recebido pelo seu homólogo e pelo Primeiro-Ministro polaco, pediu que as revelações sobre as actividades da Agência de Segurança Norte-americana não interferissem nas negociações sobre comércio:

“A parceria transatlântica de comércio é realmente única e diferente e deve ser separada de todas as outras questões que as pessoas possam ter no seu pensamento. Tratamos de questões como o emprego, a economia, a competitividade económica, numa comunidade global que compete, às vezes, com regras que são muito questionáveis e instáveis”.

A próxima ronda de negociações começa a 11 de Novembro.

Outro ponto da agenda foi o sistema de defesa anti-missil, que os Estados Unidos pretendem instalar na Europa.

A Polónia faz parte desse acordo, prevendo-se que acolha, no seu território, 24 misseis SM3-IIA que devem ser instalados, até 2018.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Escândalo das escutas: Reino Unido espia Alemanha em pleno centro de Berlim