Última hora

Última hora

Democratas conquistam 'Big Apple'

Em leitura:

Democratas conquistam 'Big Apple'

Tamanho do texto Aa Aa

Há 20 anos que os democratas não reinavam em Nova Iorque. A esmagadora vitória do italo-americano Bill de Blasio só foi ensombrada pela fraca participação. Apenas menos de um quarto dos eleitores votou.

De Blasio venceu com mais de 73% dos votos e a ‘Big Apple’ vira uma página da história depois de duas décadas de governação conservadora, primeiro com a lei e ordem de Rudolph Giulliani e depois com o multimilionário Michael Bloomberg.

Mais do que as mudanças que se podem esperar no futuro, os apoiantes de De Blasio celebram para já o facto de “um democrata estar de regresso a Gracie Mansion”. Quanto a expectativas, o eleitorado democrata espera um “ênfase na equidade” e que as preocupações não se centrem apenas “em expandir os negócios na cidade mas que também seja dada atenção à qualidade de vida para todos”.

Noutras eleições esta terça-feira, o republicano Chris Christie foi facilmente reeleito para um segundo mandato como governador de Nova Jérsia, com mais de 60% dos votos. Na Virgínia, o democrata Terry McAuliffe derrotou o republicano apoiado pelo movimento Tea Party, numa corrida para governador em que os principais candidatos acabaram separados por cerca de 1%.