Última hora

Última hora

Espanha: Secreta nega no parlamento espionagem a políticos

Em leitura:

Espanha: Secreta nega no parlamento espionagem a políticos

Tamanho do texto Aa Aa

“Os serviços secretos espanhóis não trabalham para fora, não utilizam atalhos, nem espiam políticos” – as palavras foram proferidas pelo diretor do Centro Nacional de Inteligência (CNI) Félix Sanz Roldan numa comissão parlamentar de inquérito à alegada espionagem norte-americana a cidadãos espanhóis com a eventual ajuda da própria secreta espanhola.

As explicações terão convencido os líderes parlamentares durante as duas horas de audiência à porta fechada. De acordo com agência noticiosa EFE, citando fontes parlamentares, Sanz Roldán, afirmou existirem garantias de que o primeiro-ministro Mariano Rajoy não foi espiado.

O chefe da secreta espanhola não terá negado que a NSA terá espiado ilegalmente em Espanha mas afirmou que nove agentes estrangeiros foram expulsos por atividades ilegais, sem nunca especificar o ou os países em questão.