Última hora

Última hora

Espionagem: Snowden não vai à Alemanha

Em leitura:

Espionagem: Snowden não vai à Alemanha

Tamanho do texto Aa Aa

A Alemanha exclui a hipótese do antigo consultor da NSA, Edward Snowden, ser ouvido em Berlim, perante a Comissão Parlamentar Alemã sobre a alegada espionagem dos Estados Unidos ao telefone da Chanceler Angela Merkel.

Por outro lado, os deputados alemães equacionam a hipótese de viajar até Moscovo para ouvir o norte-americano que beneficia atualmente do estatuto de asilo na capital russa.

O líder da bancada parlamentar do SPD, Thomas Oppermann, explicou que não se pode convidar Edward Snowed se não ficar garantido que ele não será extraditado.

Opinião contrária tinha Hans-Christian Strobele, dos verdes, quando se encontrou com o norte-americano em Moscovo, na semana passada.

Afirmou na altura que se pode muito bem garantir a segurança de Edward Snowden na Alemanha, com as autoridades alemãs. Para isso basta querer, declarou.

Entretanto surgem suspeitas em torno de outras nações. Na terça-feira, o embaixador britânico em Berlim foi convidado pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros a explicar a alegada existência de uma cúpula de espionagem na embaixada do reino unido, à semelhança do que foi atribuído à embaixada norte-americana.