Última hora

Última hora

Greve no setor da limpeza em Madrid

Em leitura:

Greve no setor da limpeza em Madrid

Tamanho do texto Aa Aa

Os ânimos começam a aquecer em Madrid. A greve por tempo indeterminado no setor da limpeza e da jardinagem entra no segundo dia. Os funcionários prometem lutar até serem abandonados os processos de despedimento coletivo em três das quatro empresas. 1135 postos de trabalho estão em risco.

Angel Jornosa, de 58 anos, desabafa: “Vão mandar-nos para a rua com uma indemnização vergonhosa. Há gente que trabalhou aqui 28 e 30 anos”. Guillermo acrescenta: “Basta. Isto tem de acabar de uma vez por todas. Saúde, educação, cidade, serviços públicos, desapareceu tudo”.

A crise também já chegou à radiotelevisão. Face aos cortes, a região de Valência anunciou, esta terça-feira, o encerramento da RTVV. Mais 1700 pessoas vão perder o emprego.