Última hora

Em leitura:

'Mayor' eleito quer mudar vida de novaiorquinos da classe média


Mundo

'Mayor' eleito quer mudar vida de novaiorquinos da classe média

Bill Di Blasio vai ser o primeiro prefeito, o primeiro “mayor” democrata de Nova Iorque, em 20 anos. Com a sua enorme energia, carisma e uma família que provou à classe média que a integração não é propaganda mas uma realidade, ganhou o voto de confiança dos novaiorquinos.

A mulher, Chirlane McCray, ativista e poetisa, militante da defesa dos negros e dos homossexuais, e os dois filhos, estiveram sempre a seu lado, na campanha, tendo mesmo participado em vídeos de promoção.

Bill de Blasio, democrata eleito: – Muitos cidadãos estão conscientes de que muitos novaiorquinos estão a lutar para chegar ao fim de mês, por isso precisamos mudar e deixar para trás a era das políticas de Bloomberg. Estou disposto a fazê-lo e preciso do apoio dos novaiorquinos para conseguir.”

Bloomberg, republicano com ideias empresariais de governo, preocupou-se com o desenvolvimento económico e urbanístico de Nova Iorque, com a diminuição da criminalidade (aplicando meios questionáveis) e com o incremento do turismo. Durante os seus 12 anos de mandato, as desigualdades aumentaram.

Com uma população de 8,3 milhões, Nova Iorque tem 400 mil milionários e um milhão e 700 mil pobres, muito pobres.

Di Blasio prometeu financiar a educação pré-escolar para todos e aumentar os impostos para os rendimentos acima de 375.000 euros por ano.

Também se comprometeu a elaborar programas escolares de tarde, a manter os hospitais dos bairros, a construir 200 mil habitações sociais e a substituir o chefe da polícia novaiorquina, pela prática policial conhecida como stop-and-frisk – auto-stop e identificação com base na etnia da pessoa interpelada.

Os alvos representam 33% da população que é, agora, de maioria hispânica, negra e asiática.

Bill di Blasio, que se chamava inicialmente como o pai, alemão, Warren Wilhelm, mudou de apelido porque cresceu com a mãe, italiana, María de Blasio. Licenciado pela Universidade de Nova Iorque, tem um mestrado em relações internacionais sobre a América Latina feito em Columbia, e fala italiano e espanhol. Vive em Brooklyn há 22 anos.

Organização Mundial de Meteorologia revela novo recorde de concentração de gases na atmosfera

Mundo

Organização Mundial de Meteorologia revela novo recorde de concentração de gases na atmosfera