Última hora

Última hora

Organização Mundial de Meteorologia revela novo recorde de concentração de gases na atmosfera

Em leitura:

Organização Mundial de Meteorologia revela novo recorde de concentração de gases na atmosfera

Tamanho do texto Aa Aa

As Nações Unidas anunciaram que a concentração de gases na atmosfera atingiu um novo recorde em 2012 estando a contribuir para uma aceleração das alterações climáticas.

No relatório anual sobre o efeito de estufa, a Organização Mundial de Meteorologia (OMM) indica que a concentração de dióxido de carbono (CO2) e metano atingiram novos valores durante 2012.

“O CO2 é um gás muito estável, o que significa que não há reacção química que possa destruir naturalmente o CO2 da atmosfera. Desta forma, permanece na atmosfera durante longos períodos – cem anos ou mais – pelo que as acções que tomarmos agora, ou não, terão consequências durante um período muito, muito longo”, disse Michel Jarraud, Secretário-Geral da OMM.

O secretário-geral da OMM disse também que as concentrações de dióxido de carbono, metano e óxido nitroso atingiram níveis sem precedentes e como consequência o clima mudou, “é mais estranho” e os mantos de gelo e os glaciares estão a derreter.