Última hora

Última hora

Panomara político dos Estados Unidos ficou ligeiramente alterado

Em leitura:

Panomara político dos Estados Unidos ficou ligeiramente alterado

Tamanho do texto Aa Aa

As eleições municipais nos Estados Unidos mudaram, um pouco, o panorama político no país. Em Nova Iorque, Bill Di Blasio vai ser o primeiro Democrata a governar a cidade em 20 anos. O Republicano Christie foi reeleito sem surpresa em Nova Jérsia, mas Terry McAuliffe, na Virgínia, teve mais dificuldades em ganhar.

Alasdair Sandford, euronews – Para interpretar os resultados, temos o nosso correspondente em Washington, Stefan Grobe.
Que mensagem é que esta eleições transmitem a nível nacional, para Democratas e Republicanos?

Stefan GROBE: – Estas eleições parecem fazer uma viragem ao centro esquerda ou, no mínimo, uma viragem para os políticos que se mostram mais abertos ao compromisso e ao senso comum.
Em Nova Iorque, temos Di Blasio que quer acabar com as desigualdades crescentes que ameaçam cada vez mais a classe média.
Em Nova Jérsia, muito democrata, temos um republicano moderado, Chris Christie, que se distanciou da ala mais à direita no partido e se apresenta como alguém capaz de fazer avançar as coisas.
Na Virgínia, dominam os conservadores. Os eleitores rejeitaram um republicano de direita, que fez do escrutínio um autêntico referendo para Obamacare, uma reforma controversa da Saúde, mas perdeu.

euronews – Então, os políticos são mais centristas…será que é um presságio para as eleições do Congresso no próximo ano, e mesmo para as eleições de 2016?

Stefan GROBE – Absolumente, e vamos assistir, em 2014, durante as eleições para o Congresso, a um combate mais intenso, a nível interno, no Partido Republicano, sobre a linha a seguir.
O movimento do Tea Party pode contar com os políticos mais ativos, com mais energia, mas não consegue chegar às eleições.
O maior desafio para os Republicanos da velha guarda, será contrariar os adversários do Tea Party, nas primárias, e apresentarem-se como os únicos que são capazes de bater os Democratas.
Nas presidenciais de 2016 também será assim, o que dá uma enorme vantagem a Chris Christie em relação aos conservadores.