Última hora

Última hora

Governo de Valência ordena encerramento da televisão e rádio regional

Em leitura:

Governo de Valência ordena encerramento da televisão e rádio regional

Tamanho do texto Aa Aa

Foi dada ordem de encerramento do canal de televisão e de rádio regional de Valência, em Espanha. Em protesto contra esta decisão da Comunidade Autonóma, os funcionários manifestaram-se esta quarta-feira.

Numa primeira fase, o governo regional tentou cortar mil postos de trabalho para reduzir os custos, mas o processo foi considerado ilegal pelo Tribunal Superior de Justiça da Comunidade Valenciana.
O executivo garante que para reintegrar os funcionários seriam necessários 40 milhões de euros.

O presidente da Comunidade, Carlos Fabra afirmou, em conferência de imprensa, que “a sentença não nos deixa outra opção que fechar porque não podemos assumir o custo que este canal de televisão teve nos últimos três anos, é insuportável agora. Este processo deve decorrer da forma mais rápida possível.”

Quando foi conhecida esta decisão, a direção da RTVV apresentou a demissão. Rosa Vidal, até agora diretora do canal, explica que “se para fechar a RTVV, uma posição que já foi tomada, vão usar uma nova lei, já dissemos que não contem connosco.”

Entretanto, os funcionários do canal começaram a recolher assinaturas junto da população da comunidade para evitar este encerramento, que se for concluído vai deixar 1700 pessoas sem trabalho.

Os protestos contra esta decisão ocorreram também noutras regiões de Espanha. Na televisão de Madrid, onde no ano passado houve um processo de despedimentos semelhante, os funcionários manifestaram-se. O mesmo aconteceu na TVE, o canal público de televisão.