Última hora

Em leitura:

Jacques Vabre contra ventos e marés no Atlântico


Desporto

Jacques Vabre contra ventos e marés no Atlântico

Está, finalmente, na água a 11.a edição da regata bienal transatlântica Jacques Vabre. Foi com céu nublado e em tons de cinzento que os 44 barcos das 4 categorias em competição (Classe 40, Multi 50, IMOCA e MOD 70) largaram da praia de Saint Adresse, em Le Havre, França, rumo a Itajaí, no sudeste do Brasil.

Antes de entrarem bem dentro do oceano Atlântico, os 26 barcos da Classe 40, por serem mais lentos, estão obrigados a fazer uma escala forçada em Roscoff, na Bretanha, a 190 milhas de Le Havre, para, desta forma, evitarem o mau tempo que é esperado esta sexta-feira no Golfo da Biscaia.

O mau tempo, aliás, foi o responsável pelo duplo adiamento da partida, que estava previsto para domingo e acabou por acontecer somente esta quinta-feira. A chegada das embarcações a Itajaí estava prevista acontecer a partir de dia 20, mas deverá sofrer um natural atraso.

Ao todo serão 5450 milhas náuticas – o equivalente a quase 9 mil quilómetros – entre Le Havre e Itajaí, que serão cumpridas em mais de 15 dias e, por vezes, contra ventos de mais 100 km por hora. As duplas de tripulantes das embarcações contam com ajuda de tecnologia via satélite e outros equipamentos de ponta, mas esta não é, certamente, uma aventura para qualquer um.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

Desporto

Adversárias acusam goleadora de ser homem