Última hora

Última hora

Violência na Turquia

Em leitura:

Violência na Turquia

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia de choque turca usou esta quinta-feira gás lacrimogéneo e canhões de água para dispersar milhares de pessoas que se manifestavam contra a construção de um muro na fronteira com a Síria.

Na cidade fronteiriça de Nusaybin, no sudeste da Turquia, a multidão atirou ‘cocktails’ Molotov e garrafas de plástico aos guardas fronteiriços.

A presidente da câmara de Nusaybin, situada numa zona maioritariamente curda, esteve em greve de fome nos últimos nove dias, também em protesto, e classificou o projeto como um “muro da vergonha”.

O governo turco, que receia que os cidadãos de etnia curda na Turquia se juntem aos curdos do outro lado da fronteira para reclamar a criação de um estado autónomo, negou estar a construir um muro e disse que se tratava de uma vedação de arame farpado.