Última hora

Última hora

BCE surpreende mercados

Em leitura:

BCE surpreende mercados

Tamanho do texto Aa Aa

Os mercados foram influenciados pela decisão surpresa do Banco Central Europeu que curtou as taxas de juro para valores historicamente baixos, pela descida do rating da França e ainda, pelo ligeiro agravamento do desemprego, nos Estados Unidos.

O Euro manteve o seu valor contra o dolar, mas nos mercados especulativos a moeda americana sofreu alguma pressão e cutou em valores mais baixos.

Os analistas atribuem esta pressão, ao aumento do desemprego, nos Estados Unidos.

A decisão com mais consequências foi a baixa das taxas de juro, na zona euro. Mario Draghi surpreendeu os mercados.

Os analistas dizem que, com isto, o Banco Central Europeu quer baixar a inflação e estimular os setores exportadores. Uma estratégia que, segundo as agências, pretende ainda pressionar a moeda americana.

As praças financeiras reagiram com algum nervosismo e Paris registou perdas de 0.48 por cento.

A maior queda, no entanto, aconteceu em Lisboa com o PSI 20 a perder 1.24.

A meio da sessão, os dois índices da Nova York estavam tranquilamente acima da linha de água.

O petróleo negociou perto dos valores mínimos, dos últimos quatro meses. Cutou um pouco acima dos 104 dólares, na Europa, e nos Estados Unidos ficou abaixo dos 95.