Última hora

Última hora

Comissário europeu do Comércio processado pelo fisco belga

Em leitura:

Comissário europeu do Comércio processado pelo fisco belga

Tamanho do texto Aa Aa

O fisco da Bélgica vai exigir o pagamento de 900 mil euros ao comisário europeu para o Comércio, Karel De Gucht, numa ação em tribunal no final do mês.

O político belga é acusado de não ter pago, em 2005, os impostos relativos à venda de ações de uma empresa de seguros.

É o segundo escândalo envolvendo o atual executivo europeu depois da saída do comissário para a Saúde, por alegado tráfico de influências.

Uma porta-voz da Comissão Europeia, Pia Ahrenkilde Hansen, disse que “devem separar-se os assuntos que são diferentes e não se pode fazer nenhum paralelo entre os dois casos. Agora trata-se de um caso que não tem impacto sobre o trabalho de Karel De Gucht enquanto comissário porque teve origem antes de ele ter sido nomeado para o cargo”.

O comissário para a Saúde, John Dali, de nacionalidade maltesa, renunciou ao cargo, em 2012, devido às suspeitas de recebimento de luvas para favorecer a indústria do tabaco.

O caso foi investigado pelas autoridades de Malta e arquivado.