Última hora

Última hora

Irão-Ocidente: "Ainda não há acordo" mas prevê-se noite longa em Genebra

Em leitura:

Irão-Ocidente: "Ainda não há acordo" mas prevê-se noite longa em Genebra

Tamanho do texto Aa Aa

Para já, não há nenhum acordo entre as potências ocidentais e o Irão, sobre o programa nuclear. Foi o que fez saber John Kerry, à chegada a Genebra, para o segundo dia de negociações.

“Quero frisar que ainda há assuntos muito importantes em cima da mesa que continuam por resolver. E é importante que sejam tratados minuciosa e devidamente. Quero frisar que, neste momento, não há nenhum acordo, mas os negociadores estão a trabalhar arduamente”, disse o secretário de Estado norte-americano.

Kerry passou a manhã, em Israel e ouviu Benjamin Netanyahu dizer que qualquer acordo com o Irão será mau para a comunidade internacional.

Mas Israel à parte, na Suiça, as negociações continuam. O ocidente quer que o Irão ponha fim ao enriquecimento de urânio. Teerão espera um abrandamento das sanções atuais.

A presença inopinada de cinco chefes da Diplomacia ocidental em Genebra e as declarações do homólogo iraniano Mohamed Javad Zarif permitem pensar que um acordo provisório esteja breve.

“Hoje, temos de começar a colocar as coisas no papel, para termos um esboço, um esboço conjunto e não os dois esboços separados com os quais começámos as negociações. Um esboço conjunto a que ambas as partes possam chamar seu”, foi o desejo manifestado pelo ministro iraniano dos Negócios Estrangeiros.

O ocidente quer, igualmente, que os inspetores da Agência Internacional de Energia Atómica tenham acesso às instalações nucleares iranianas, o que parece estar no bom caminho: a partir de domingo, o diretor da agência estará em Teerão onde vai encontrar-se com vários responsáveis iranianos.

Fariba Mavaddat, a enviada especial da euronews a Genebra, na Suíça, relata: “Aqui tem-se a sensação de que as conversações estão a chegar à fase final, com uma série de encontros bilaterais entre o Irão e os outros ministros dos Negócios Estrangeiros. O que deixa supor que tenhamos uma longa noite pela frente.”