Última hora

Em leitura:

Irão: desilusão predomina nas ruas


Irão

Irão: desilusão predomina nas ruas

Após alguns dias de otimismo, o tão esperado acordo com os resresentantes do Conselho de Segurança mais a Alemanha acabou por não se materializar.

Todos os lados reclamam progressos mas no final, a intransigência da França acabaria por bloquear o acordo.

Paris, na pessoa do seu representante, o chefe da diplomacia, Laurent Fabius, reclama dizendo que Teerão não foi suficientemente longe nos cortes ao seu programa nuclear.

Nas ruas predomina um sentimento de desilusão. Israel e o Ocidente são apontados como responsáveis. Para muitos, é o ocidente que está a perder.

O presidente Hassan Rouhani reagiu ao resultado das negociações falando no parlamento e reafirmando que não iria ceder perante ameaças ou discriminação.

A próxima ronda de negociações está marcada para o dia 20 de novembro.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Haiyan: tufão perde força antes de atingir Vietname