Última hora

Última hora

Bulgária: Estudantes multiplicam protestos contra o governo

Em leitura:

Bulgária: Estudantes multiplicam protestos contra o governo

Tamanho do texto Aa Aa

Centenas de estudantes universitários tentaram formar uma cadeia humana em volta do Parlamento da Bulgária para “prender” os deputados. Só que quem acabou por “prender” foi a polícia, uma vez que a manifestação degenerou em confrontos.

A ação de hoje foi apenas mais uma, na série de protestos para reclamar a queda do governo liderado por Plamen Oresharski. Os estudantes acusam os dirigentes de serem corruptos e queixam-se da falta de prosperidade do país 24 anos depois do fim da era comunista. O salário médio mensal na Bulgária é de 400 euros, o mais baixo da União Europeia.

Um manifestante queixa-se da brutalidade de um polícia que o atingiu com uma chave inglesa.

No domingo, milhares de estudantes saíram às ruas em protesto contra o executivo. Uma sondagem revelou que 60 por cento da população apoia as manifestações. Este governo foi empossado em maio, depois do anterior não ter resistido à pressão das ruas.