Última hora

Última hora

Espanha: lixeiros continuam greve

Em leitura:

Espanha: lixeiros continuam greve

Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de um milhar de lixeiros e jardineiros municipais manifestaram-se na segunda-feira no centro de Madrid em protesto contra os despedimentos na função pública.

A greve dos lixeiros já dura há uma semana e a última ronda de negociações entre os sindicatos e as empresas encarregues da limpeza urbana não produziu resultados.

O lixeiro Eduardo Benitez, de 22 anos, participou na manifestação. Ele afirma, “estamos a defender o que é nosso. Não estamos a pedir mais dinheiro ou direitos. Estamos a pedir pão, pedimos aquilo que merecemos, como trabalhadores honestos que somos”.

Os trabalhadores apontam o dedo aos cortes feitos pelas autoridades municipais o que por sua vez obrigou as empresas a reduzirem ordenados e condições de trabalho.

Em causa estão pelo menos 1400 postos de trabalho.

Em Espanha o desemprego já ultrapassou os 26 por cento. Quase um terço dos desempregados na zona euro vivem em Espanha.