Última hora

Última hora

Filipinas: Haiyan poderá ter morto mais de 10 mil pessoas

Em leitura:

Filipinas: Haiyan poderá ter morto mais de 10 mil pessoas

Tamanho do texto Aa Aa

As Nações Unidas referem “esperar o pior” no balanço da passagem do tufão Haiyan pelas Filipinas. O número de mortos poderá ascender a mais de dez mil.

Segundo um responsável daquela organização, à medida que as equipas de ajuda humanitária têm acesso a outras zonas encontram “mais e mais pessoas mortas”.

A escassez de bens de primeira necessidade tem agudizado o desespero dos sobreviventes, que em Tacloban tentam desesperadamente arranjar lugar nos aviões e helicópteros.

“Não se pode acreditar na chegada de bens de primeira necessidade. Na nossa aldeia não há comunicações. O que querem que façamos? Que lutemos uns com os outros por comida? Nem pensar!”, disse uma sobrevivente.

“Continuamos vivos, apesar de ser muito difícil. Desapareceu tudo. As nossas casas, tudo. Não há de comer nem de beber”, afirmou uma jovem.

As equipas de emergência e resgate filipinas trabalham em contrarrelógio para prestar ajuda e buscar possíveis sobreviventes, quatro dias depois da catástrofe.

Além de Tacloban, onde se estima que haja cerca de dez mil mortos, inúmeras povoações na região permanecem isoladas, sem comunicações, às quais a ajuda humanitária ainda não chegou.