Última hora

Última hora

Remo: Mylenne Paquette sofre mas entra para a história

Em leitura:

Remo: Mylenne Paquette sofre mas entra para a história

Tamanho do texto Aa Aa

Foram 129 dias no mar para entrar para a história. Mylenne Paquette tornou-se na primeira pessoa norte-americana a atravessar o Atlântico em solitário num barco a remos. Uma aventura repleta de peripécias.

A canadiana enfrentou ventos de 100 km/h e ondas de 12 metros, virou por três vezes, sofreu uma intoxicação por monóxido de carbono, teve uma fuga de gás na cabina e chegou a perder o conhecimento após bater com a cabeça.

Com tantos contratempos, não surpreende que Paquette tenha chegado ao porto de Lorient, no Oeste de França, com mais de um mês de atraso em relação à data prevista.