Última hora

Última hora

Ucrânia mais longe da UE depois de falhar consenso sobre Timoshenko

Em leitura:

Ucrânia mais longe da UE depois de falhar consenso sobre Timoshenko

Tamanho do texto Aa Aa

Incapaz de chegar a um consenso sobre o destino de Iulia Timoshenko, a Ucrânia continua longe do ambicionado acordo de associação com a União Europeia.

O Parlamento de Kiev encerrou, esta quarta-feira, uma sessão extraordinária sem que tenha sido votado qualquer projeto-lei para permitir que a antiga chefe de governo receba tratamento médico no estrangeiro.

A próxima sessão do Parlamento está agendada para 19 de novembro.

A União Europeia impõe a libertação de Timoshenko como condição para a assinatura de um acordo de associação com Kiev.

Na terça-feira, a filha de Timoshenko leu uma carta em que a líder da oposição apela “a todos os líderes da União Europeia, a todos os cidadãos da Ucrânia, à sociedade civil e à oposição para não perderem tempo e lutarem pela assinatura do acordo, sob quaisquer circunstâncias”.

Os emissários europeus estão por estes dias na capital ucraniana e devem apresentar esta quinta-feira o seu relatório final antes da cimeira europeia do final do mês em Vílnius, na qual estava prevista a assinatura do acordo de associação.