Última hora

Última hora

Easyjet e Airbus testam radar de cinza vulcânica

Em leitura:

Easyjet e Airbus testam radar de cinza vulcânica

Tamanho do texto Aa Aa

A companhia de baixo custo Easyjet e a fabricante aeronáutica europeia Airbus testaram um novo sistema de deteção da cinza vulcânica na atmosfera, numa experiência destinada a evitar uma paralização do espaço aéreo semelhante à provocada por um vulcão islandês em 2010.

Um avião militar largou uma tonelada de cinza vulcânica, a uma altitude de 9 a 11 mil pés, sobre o golfo de Gasconha, em França, para simular as mesmas condições.

Um segundo avião comercial, equipado com o radar “Avoid”, desenvolvido pela norueguesa Nicarnica Aviation, voou na direção da nuvem artificial, que pode identificar e medir a uma distância de 60 quilómetros, suficiente para modificar a trajetória.

A companhia “low cost” britânica espera poder certificar o sistema e instalar o “Avoid” numa parte da sua frota até ao fim de 2014.

A erupção do vulcão Eyjafjallajokull, há três anos, obrigou a fechar uma grande parte do espaço aéreo europeu durante vários dias, cancelando mais de 100.000 voos.