Última hora

Última hora

Kerry pede ao Congresso que evite mais sanções contra Teerão

Em leitura:

Kerry pede ao Congresso que evite mais sanções contra Teerão

Tamanho do texto Aa Aa

Se o Congresso dos Estados Unidos impuser novas sanções contra o Irão, isso poderia “romper” as negociações internacionais em curso destinadas a conter o suposto programa de armas nucleares iraniano.

Palavras do secretário de Estado norte-americano, John Kerry, nesta quarta-feira aos jornalistas antes da reunião com senadores norte-americanos sobre o dossiê.

“ A nossa esperança agora é que novas sanções não sejam postas em prática pela simples razão de que pode ser visto como má-fé pelas pessoas que estão a negociar e poderia destruir a possibilidade de ser capaz de chegar a um acordo que pode realmente acabar por acontecer em volta do diálogo, interrompido 30 anos. Pedimos ao Congresso para dar uma oportunidade à diplomacia”.

O líder do Hezbolah libanês, Hassan Nasrallah disse que se não se chegar a um acordo entre o Irão e as grandes potências sobre o programa nuclear de Teerão, corre-se o risco de haver “uma guerra na região”. Nasrallah, participou pessoalmente numa reunião pública num subúrbio de Beirute, por ocasião da festa xiita de Ashura.

Estados Unidos, União Europeia e Irão trabalham desde há vários meses numa tentativa de proposta para acabar com o impasse de uma década sobre o programa nuclear.

As negociações em Genebra, na semana passada, entre o Irão e seis potências mundiais fizeram progressos notáveis ​​no sentido de um acordo antes de bloquearem em alguns detalhes, e serão retomadas no dia 20 de novembro.