Última hora

Última hora

'Mayor' de Toronto não se demite apesar da moção de censura

Em leitura:

'Mayor' de Toronto não se demite apesar da moção de censura

Tamanho do texto Aa Aa

Apesar dos escândalos de álcool e ‘crack’, o ‘mayor’ de Toronto não se demite.

A moção de censura a Rob Ford foi aprovada por 37 votos a favor e 5 contra. Mas não é vinculativa. Segundo a lei canadiana, para demitir um ‘mayor’ é preciso uma condenação penal.

Numa audiência perante o conselho municipal, o edil voltou a defender o seu posto referindo que cumpriu o seu mandato e aquilo para que foi eleito; e diz que os “erros” que cometeu dizem apenas respeito à sua vida privada – e pede desculpas por eles.

Questionado sobre se “comprou drogas ilegais nos últimos dois anos?”, o ‘mayor’ estirou cerca de um minuto antes de admitir: “Sim, comprei”.

Enquanto as questões continuavam, na autarquia, centenas de pessoas manifestavam-se no exterior. Exigem, uma vez mais, a demissão do ‘mayor’, um desejo partilhado pela maioria dos habitantes.

Segundo as sondagens, apenas 25% defende o ‘mayor’. Alguns dos quais certamente compraram a estatueta lançada e autografada pelo próprio Rob Ford. Uma edição limitada de 1000 bonecos que esgotou em poucas horas.