Última hora

Última hora

Sobe para 15 número de mortos em protesto contra milícias na capital líbia

Em leitura:

Sobe para 15 número de mortos em protesto contra milícias na capital líbia

Tamanho do texto Aa Aa

Pelo menos 15 pessoas morreram hoje e outras
95 ficaram feridas num protesto pacífico contra a presença de milícias armadas
em Tripoli, Líbia, que degenerou em confrontos, indicou um novo balanço
do Ministério da Saúde líbio.

O anterior balanço dos incidentes dava conta de duas vítimas mortais e de 25 feridos. “Quinze mortos e 95 feridos, alguns gravemente feridos, foram admitidos nos hospitais de Tripoli nas últimas horas”, afirmou um porta-voz do Ministério da Saúde líbio. O representante não conseguiu especificar quantas pessoas foram mortas pela milícia Ghargour durante a manifestação pacífica e quantas vítimas morreram no ataque contra o quartel-general da milícia armada, que ocorreu como retaliação aos confrontos durante o protesto. “É o caos total”, admitiu o representante. De acordo com as agências internacionais, o protesto no bairro residencial de Gargur, perto do Aeroporto Internacional, terá começado depois das habituais orações das sextas-feiras (dia sagrado para os muçulmanos), quando milhares de pessoas marcharam em direção a esta área da capital controlada pela milícia Ghargour. A milícia começou a disparar para o ar para desmobilizar os manifestantes, mas a ordem não foi respeitada por todos os presentes. Um grupo de pessoas permaneceu na área, entoando palavras de ordem contra a intervenção da milícia na capital líbia. Minutos depois, o caos espalhou-se entre os manifestantes e ouviram-se tiros. Posteriormente, homens armados de diferentes milícias de Tripoli tomaram de assalto e incendiaram o quartel-general da milícia Ghargour, localizado na zona sul de Tripoli. Lusa/Fim