Última hora

Última hora

Tecnologias Essenciais de Extração

Em leitura:

Tecnologias Essenciais de Extração

Tamanho do texto Aa Aa

euronews:“Bem-vindos a Business Planet. Neste episódio estamos em Ghent, na Bélgica. As Tecnologias Facilitadoras Essenciais como a nanotecnologia e a biotecnologia industrial permitem relançar a indústria na Europa. Para que os inovadores tenham sucesso, devem saber como converter o conhecimento e as ideias em produtos competitivos no mercado. É isso que uma PME de Ghent está a fazer.”

Kris Schatteman, o proprietário de uma empresa especializada na extração de produtos naturais, para a produção de óleos utilizados em cosméticos ou em suplementos alimentares enfrentou um dilema, há alguns meses: “Um cliente pediu-me para desenvolver um novo processo de extração dupla. Para ter certeza que ia funcionar e porque requer um investimento de um milhão de euros, tínhamos de testar este processo a uma escala semi-industrial.”

Kris testou e validou o processo numa empresa piloto, que tinha todas as infraestruturas necessárias. No final do processo, valeu a pena: “Agora estamos no ponto de assinar um contrato no valor de vários milhões de euros. Isso equivale ao dobro ou mesmo ao triplo do nosso volume de negócios e exige a criação de sete novos postos de trabalho”.

euronews: “Aqui estão dois números para ilustrar o que está em jogo: em 2008, o mercado de Tecnologias Facilitadoras Essenciais equivalia a 646 mil milhões de euros. E está no caminho certo para representar mais de um trilião até 2015.”

Kris desenvolveu aqui o seu novo processo de extração.

Segundo Wim Soetaert, diretor da Bio Base Europe:“Há clientes que nos dizem:“temos um problema, precisamos de produzir duas toneladas de produto”. Aqui podemos fazê-lo. Mas não é possível num laboratório.”

A iniciativa é cofinanciada por fundos europeus. É uma plataforma flexível e versátil, totalmente independente dos grandes grupos industriais. Um conceito único que satisfaz as necessidades reais das PME europeias.

Acredita ainda que: “Se tem uma PME e quer desenvolver um processo à escala industrial, ou mesmo se pretende construir uma empresa piloto, que seria muito caro e ia demorar muito tempo…Podemos ajudá-lo rapidamente e por menos dinheiro.”

Na opinião de Kris Schatteman, CEO da Eco Treasures:“As chaves para o sucesso são: ter uma rede de especialistas e o equipamento especializado necessário. Testar sempre a uma escala semi-industrial antes de lançar um novo projeto e manter o equilíbrio.”