Última hora

Última hora

Greenpeace diz que Rússia quer prolongar detenção de militantes do "Arctic Sunrise"

Em leitura:

Greenpeace diz que Rússia quer prolongar detenção de militantes do "Arctic Sunrise"

Tamanho do texto Aa Aa

A Greenpeace diz que as autoridades russas pretendem prolongar por três meses a detenção provisória dos 30 tripulantes do navio “Arctic Sunrise”, pertencente à organização ambientalista, detidos em Setembro durante um protesto contra uma plataforma petrolífera.

A informação não foi confirmada pela Justiça russa. Os militantes da Greenpeace foram inicialmente acusados de “pirataria” e posteriormente de “vandalismo”. O prazo da detenção provisória expira a 24 de novembro.

Várias personalidades da política e da cultura francesa, entre as quais a atriz Marion Cotillard, participaram numa manifestação simbólica em Paris para demonstrar o apoio e exigir a libertação dos participantes na ação da Greenpeace para denunciar os riscos da exploração petrolífera no Oceano Ártico.