Última hora

Última hora

Síria: estabelecido o calendário para a destruição do arsenal químico

Em leitura:

Síria: estabelecido o calendário para a destruição do arsenal químico

Tamanho do texto Aa Aa

A Organização para a Proibição de Armas Químicas apresentou, esta sexta-feira, um calendário definitivo para a destruição do arsenal químico da Síria.

Os peritos da OPAQ e da ONU têm até ao final de junho de 2014 para destruir o arsenal químico e as instalações para a produção de armas químicas do regime de Bashar al-Assad. Os químicos mais “perigosos” devem sair da Síria até 31 de dezembro e os restantes agentes químicos, até fevereiro próximo.O calendário foi estabelecido apesar da recusa da Albânia sediar as operações de destruição do arsenal químico sírio.

A OPAQ está confiante de que haverá alternativas, como confirma Malik Allahi: “vamos olhar para isto desta maneira: as datas e os os prazos foram estabelecidos com a confiança de que haverá alternativas disponíveis para a destruição”.

Milhares de pessoas celebraram, nas ruas de Tirana, por o governo ter rejeitado o pedido dos Estados Unidos para que o país acolhesse as operações de destruição do arsenal químico da Síria.

Em causa está a destruição de mais de mil toneladas de agentes químicos, nos termos do acordo nos termos de um acordo entre os Estados Unidos e a Rússia para evitar uma intervenção internacional.