Última hora

Última hora

Eleições no Chile: Michelle Bachelet pode ser eleita à primeira volta

Em leitura:

Eleições no Chile: Michelle Bachelet pode ser eleita à primeira volta

Tamanho do texto Aa Aa

Os chilenos estão este domingo a votar em eleições presidenciais e legislativas.

A ex-presidente, Michelle Bachelet, líder da coligação Nueva Mayoria, que abarca todo o espetro político da esquerda, é dada como favorita.

Algumas sondagens indicam mesmo que Bachelet poderá ser eleita à primeira volta e este é o grande desafio da médica, de 62 anos, que já foi a primeira mulher a chegar à presidência de um país da América Latina, em 2006.

Hoje, o mesmo país assiste à batalha entre duas mulheres. Do lado conservador é a ex-ministra do Trabalho, Evelyn Matthei, quem disputa a entrada no Palácio de la Moneda.

Mattei mostra-se confiante com a passagem à segunda volta, ainda que as sondagens não lhe creditem mais do que 14% dos votos.

A grande incógnita desta eleição é a taxa de participação. Depois da mudança da lei eleitoral, o Chile assiste ao primeiro escrutínio sem obrigação de voto.

Para além da escolha da presidente, os 13 milhões de eleitores chilenos são chamados a escolher 120 deputados do congresso, 20 dos 38 senadores e os conselheiros regionais.

Os resultados são esperados ao longo da noite.