Última hora

Última hora

Governo português visa 505 milhões com privatização dos CTT

Em leitura:

Governo português visa 505 milhões com privatização dos CTT

Tamanho do texto Aa Aa

O governo português quer encaixar 505,05 milhões de euros com a privatização dos CTT- Correios de Portugal, SA. O executivo de Pedro Passos Coelho divulgou, esta segunda-feira, o preço de venda das ações.

Os títulos CTT serão vendidos entre 4,10 euros e os 5,52 euros. De acordo com a informação no portal do executivo, “o governo aprovou, no âmbito do processo de privatização dos CTT
Correios de Portugal, S.A., que o preço unitário das ações a alienar através de oferta pública de venda (OPV) não pode ser inferior a 4,10 euros nem superior a 5,52 euros, e que o preço unitário das ações a alienar no âmbito da venda direta institucional não pode ser inferior ao preço unitário das ações a alienar no âmbito da OPV”.

Lisboa quer vender 70% do capital dos CTT, um valor que deverá corresponder a 105 milhões de ações. Um lote de 5% do capital está reservado aos trabalhadores e um outro de 20% estará acessível aos particulares.

A maioria dos títulos está destinada a investidores institucionais e, segundo o secretário de Estado das Infraestruturas, Transportes e Comunicações, Sérgio Monteiro, existem vários interessados “no mercado americano, da América Latina, Europa Central e do Sul. Europa do Norte e Ásia”.

No final, o Estado deixa os CTT e os restantes 30% do capital ficam nas mãos da Parpública.