Última hora

Última hora

Rússia: Ativista russa do Greenpeace libertada sob caução

Em leitura:

Rússia: Ativista russa do Greenpeace libertada sob caução

Tamanho do texto Aa Aa

O tribunal russo acordou hoje a liberdade sob caução a Yekaterina Zaspa, a médica russa ativista do Greenpeace, que se encontrava a bordo do navio Artic Sunrise e foi detida juntamente com 28 outros elementos do movimento.

O juiz fixou a caução em dois milhões de rublos, pouco mais de 45 mil euros, por ter sido provado que Zaspa não estava entre o grupo de pessoas que tentou entrar na plataforma petrolífera, Prirazlomnaya.

Os outros viram prolongado por mais três meses o período de prisão preventiva. O técnico do navio, Colin Russell, comenta:

“Não fiz nada errado. Não percebo as razões pelas quais continuo detido. Passei dois meses muito difíceis para nada. Não fiz mal nenhum”.

Os 28 ativistas do Greenpeace e dois jornalistas foram detidos pelas autoridades russas no dia 28 de setembro durante uma ação de protesto contra uma plataforma petrolífera no Ártico.

Todos foram acusados de vandalismo e arriscam-se a sete anos de prisão.