Última hora

Última hora

Novo incidente na 'batalha naval' por Gibraltar

Em leitura:

Novo incidente na 'batalha naval' por Gibraltar

Tamanho do texto Aa Aa

O Reino Unido considera “grave” e “provocadora” a incursão de um barco oceanográfico espanhol nas disputadas águas territoriais de Gibraltar.

O navio de investigação “Ramón Margalef” foi esta segunda-feira rodeado por embarcações britânicas e acabou escoltado por barcos da Guardia Civil após momentos de tensão ao largo do Rochedo.

Em consequência, pela terceira vez num ano, o embaixador espanhol em Londres foi chamado ao Ministério dos Negócios Estrangeiros onde ouviu os britânicos afirmarem que esse tipo de ações são “ilegais” e “inaceitáveis”.

É o último episódio no conflito latente em torno do Rochedo. Este verão, Espanha reforçou os controlos terrestres na fronteira depois dos pescadores espanhóis se terem queixado do recife artificial que Gibraltar colocou em águas territoriais que considera suas e que são ricas em marisco.

Na altura, Madrid apresentou queixa à Comissão Europeia e afirma agora que o navio oceanográfico estava a recolher dados para elucidar se os blocos de betão colocados na baía violam as leis ambientais europeias.

Espanha cedeu Gibraltar ao Reino Unido há 300 anos, mas afirma que a soberania só se estende até as águas do porto. As autoridades do Rochedo consideram ter jurisdição sobre uma área de três milhas náuticas ao largo do território. Assinado em 1713, o tratado de Utrecht não é claro sobre o assunto.