Última hora

Última hora

Egito: A morte quando recordavam os mortos no Cairo

Em leitura:

Egito: A morte quando recordavam os mortos no Cairo

Tamanho do texto Aa Aa

No Cairo, terminou em batalha campal – e com pelo menos um morto – a manifestação que recordou a morte de mais de 40 pessoas na capital, durante uma semana de confrontos sangrentos com o exército que arrancou a 19 de novembro de 2011. Na altura, os egípcios exigiam aos militares um roteiro para transição do poder, após o derrube de Hosni Mubarak.

A manifestação convocada esta terça-feira para a praça Tahrir por movimentos da juventude laica, hostis ao exército e aos islamitas, acabou por terminar com a intervenção das forças de segurança após uma tentativa de assalto à sede da Liga Árabe.

Os confrontos envolveram também apoiantes do general al-Sisi que também resolveram manifestar-se na praça Tahrir.