Última hora

Última hora

Acordo sobre nuclear iraniano "vai demorar o tempo que for necessário"

Em leitura:

Acordo sobre nuclear iraniano "vai demorar o tempo que for necessário"

Tamanho do texto Aa Aa

Genebra acolheu na quarta-feira mais uma ronda de negociações sobre o dossier nuclear iraniano. Os encontros entre os representantes da Alemanha, China, Estados Unidos, França, Reino Unido, Rússia e Irão deverão alongar-se até sexta-feira. A última ronda, no início do mês, gerou bastantes expectativas mas terminou sem acordo. Entretanto a tensão regressou à mesa das negociações. O encontro plenário desta quarta-feira durou menos de dez minutos. Seguiram-se várias reuniões bilaterais.

“As informações que circulam nos corredores dão conta da inconstância de posições das comitivas dos países do chamado grupo 5+1, enquanto a posição do Irão permanece inalterada. A representante da União Europeia, Catherine Ashton, considera as negociações positivas e o ministro iraniano dos Negócios Estrangeiros, Javad Zarif, mostrou-se otimista sobre o que considera um acordo”, explica a enviada da euronews à cidade suíça, Farriba Mavvadat.

A perspetiva de um acordo global parece estar afastada. Mas nos corredores do Palácio das Nações, em Genebra, fala-se de um compromisso intermédio. A repórter da euronews perguntou a Michael Mann, porta-voz de Catherine Ashton, o que é que isto significa.

“A abordagem foi de que existiria sempre um primeiro passo, um passo para estabelecer a confiança, e que, a seguir, seriam dados outros passos. Isto é muito complicado, não é uma coisa que se consiga negociar do dia para a noite. Temos estado a trabalhar da forma como sempre trabalhámos para conseguir um compromisso com os iranianos que seja robusto, que seja sustentável, que seja verificável. Mas é claro que temos de continuar a trabalhar mesmo se fecharmos um acordo preliminar”.

A dinâmica para os próximos dois dias ainda não foi decidida. Vamos decidi-lo com base no que aconteceu até agora, como vamos organizar o trabalho, mas nós só pretendemos seguir em frente, queremos continuar a aproximar posições e progredir o máximo que pudermos. O mais importante é que qualquer que seja o acordo que conseguirmos, será um bom acordo, por isso vai demorar o tempo que for necessário.

Catherine Ashton meets with Iran Foreign Minister Zarif

Catherine Ashton meets with Iran Foreign Minister Zarif