Última hora

Última hora

"Balde de água fria" em Bruxelas com a decisão da Ucrânia

Em leitura:

"Balde de água fria" em Bruxelas com a decisão da Ucrânia

Tamanho do texto Aa Aa

“Balde de água fria” em Bruxelas com a decisão da Ucrânia de suspender a preparação do acordo de associação com a União Europeia (UE), que estava previsto ser assinado na próxima semana, numa cimeira em Vilnius.

O ministro lituano dos Negócios Estrangeiros, Linas Linkevičius, que chefia as negociações, disse que é preciso “mais clareza e não devemos tirar conclusões antecipadas. Só depois dessa clarifcação é que tomaremos uma decisão. Honestamente não sei se ainda é possível assinar o acordo. Mas, a confirmar-se a nova posição do país, não poderá haver assinatura agora e ninguém sabe quando será possível”.

O analista do Centro de Estudos de Política Europeia, Steven Blockmans, considera que o regime atual não tem condições para concluir o processo.

“O Presidente Yanukovich e seu governo não se têm mostrado tão comprometidos com o acordo de associação e estreitamento das relações com a UE como prometeram no passado. Logo, uma ronda negocial mais produtiva para as relações UE-Ucrânia poderá depender de um governo e de um novo presidente ucranianos”, explicou.

A chamada Parceria de Leste visa estabelecer novos laços entre a UE e seis ex-repúblicas soviéticas. Mas apenas a Moldávia e a Geórgia permanecem comprometidas com a viragem a oeste.