Última hora

Última hora

França: Acidente mortal mancha cerco dos agricultores a Paris

Em leitura:

França: Acidente mortal mancha cerco dos agricultores a Paris

Tamanho do texto Aa Aa

Em França, os agricultores bloquearam, esta quinta-feira, a maioria dos acessos a Paris. Com tratores e camiões, manifestaram contra o aumento do IVA, a ecotaxa e a nova redistribuição das ajudas da Política Agrícola comum.

Mas o protesto ficou manchado por dois acidentes rodoviários, que fizeram seis feridos e provocaram a morte de um bombeiro.

O ministro da Agricultura, Stéphane Le Foll, apela à responsabilização: “Este acidente, indiretamente, tem a ver com os bloqueios, com a operação caracol que foi organizada. Agora apelo à responsabilidade de todos. É preciso que cada um meça bem as condições em que as coisas se fazem. Como disse, é preciso ser extremamente responsável!”

Declarações que caem mal aos agricultores, que acusam o governo de aproveitamento político dos acidentes, que ocorreram nas vias de acesso a Paris, bloqueadas ou com trânsito extremamente lento desde as cinco da manhã.

“Declinamos qualquer responsabilidade”, diz, megafone em punho, um sindicalista, que continua: “Isto não deve manchar as nossas ações e nem a nossa determinação e parece-me particularmente desagradável que o Estado esteja a fazer um aproveitamento político do acidente.”

Os agricultores chegaram ainda de noite com tratores e camiões, bloqueando o acesso à capital francesa. Exigiam falar com o ministro. Embora mantendo as linhas definidas para a PAC, Stéphane Le Foll aceitou a abertura de “concertações de alto nível” com os produtores de cereais.